29/06/2006 "A Bola" (online)
Contem com Ronaldo

Boas notícias para a Selecção Nacional: Cristiano Ronaldo vai defrontar a Inglaterra. O jogador ainda não está a 100 por cento e, por esse motivo, treinou-se sozinho, mas pelos indicadores fornecidos ao longo dos 45 minutos em que esteve no relvado está apto. Em boa verdade, o número 17 apenas não sprintou.

Foram poucos os minutos que Cristiano Ronaldo conviveu ontem com a bolaO jogo com a Holanda foi no domingo, no dia seguinte Cristiano Ronaldo apenas fez tratamento de recuperação à violenta entrada à coxa direita de que foi alvo por parte de Boulahrouz e o impossibilitou de prosseguir no encontro, tendo o dr. Henrique Jones, no entanto, deixado boas perspectivas ao afirmar que o jovem futebolista tinha 80 por cento de possibilidades de defrontar os ingleses.
Anteontem, o número 17 apenas espreitou os companheiros no relvado, passando o dia em tratamentos, mas ontem, para satisfação geral, lá estava, na companhia do fisioterapeuta António Gaspar a iniciar a preparação para o importantíssimo jogo dos quartos-de-final com a Inglaterra.

Sem queixas

Enquanto o grupo cumpria o esquema idealizado pela equipa técnica, Cristiano Ronaldo, acompanhado de António Gaspar, na zona mais distante das objectivas e câmaras de televisão, iniciava o seu programa, marcado na fase inicial por longas corridas em torno do relvado, num passo cadenciado, não muito veloz, próprio de quem recupera de um problema muscular.
Cumpridos esses primeiros minutos, com a ajuda do fisioterapeuta, o futebolista, deitado no relvado, com as pernas ao alto, fez algum trabalho de desentorpecimento, avançando depois para nova fase do trabalho, passando entre estacas e dominando a bola com ambos os pés.
Foram poucos os minutos em que controlou a amiga bola, para depois regressar às corridas, estas bem mais prolongadas, mas em que deu para perceber que da sua parte não houve qualquer queixa, terminando a tarde no relvado com mais alguns exercícios de descompressão. Ponto final, então, em 45 minutos muito activos, mas presumindo-se que no ginásio a tarefa estava para durar, pois é fundamental que frente à Inglaterra Cristiano Ronaldo dê totais garantias ao seleccionador.
Hoje, a Selecção treina-se à porta fechada, adivinhando-se que o jogador não participe no ensaio táctico para o jogo, prosseguindo o trabalho específico, mas a leitura que se pode fazer nesta altura é a de que em Gelsenkirchen há um lugar reservado para ele no onze. Ainda bem.
.