11/06/2006 22:15 "A Bola"
Portugal estreia-se com vitória

Selecção portuguesa entra com o pé direito no Mundial. Vitória (escassa) sobre Angola por 1-0 (golo de Pauleta), mas a exibição esteve muitos furos abaixo do que se esperava. Excepção para Figo, o melhor em campo. Os angolanos deram boa réplica e chegaram a acreditar na reviravolta no marcador.

Portugal entrou bem. Logo no primeiro minuto, Pauleta falhou a oportunidade de inaugurar o marcador. Mas o golo não tardou... Figo ganha a bola a meio campo, ultrapassa vários adversários e cruza para Pauleta, que não perdoa e bate João Ricardo. A formação das quinas parecia embalada para um resultado mais amplo, Pauleta falha o segundo golo aos 14 m, desmarcado por Ricardo Carvalho, mas aos poucos os angolanos começaram a acreditar e sucedeu-se uma série de três remates à baliza de Ricardo, o melhor dos quais por Akwá, em pontapé de «bicicleta» (24 m).

Portugal entrou bem, dizíamos, mas marcou cedo e a seguir tirou o pé do acelerador. Muitos passes falhados, muitos espaços concedidos, a permitir que os angolanos subissem no relvado e acreditassem que poderiam chegar ao golo. Aos 34 minutos, Cristiano Ronaldo cabeceia à barra, após canto apontado por Figo. Volvidos escassos minutos, foi a vez de Akwá se libertar da marcação, endossar a bola para André, que obrigou Ricardo a boa defesa.

Se a vantagem de Portugal ao intervalo pecava por escassa, a toada morna de jogo manteve-se na segunda parte. Mais posse de bola, é certo, mas ineficácia na hora do remate final. Oliveira Gonçalves, apercebendo-se da ineficácia da equipa lusa, arriscou mais no ataque. Scolari respondeu com o reforço (ofensivo) do meio-campo. Algumas situações de perigo para cada lado, mas saiu dos pés de Maniche a melhor oportunidade para elevar a vantagem, ao cair do pano, num disparo do meio da rua ao qual João Ricardo correspondeu com excelente defesa.

Em suma: a vitória da equipa portuguesa não está em causa, mas a exibição ficou muito abaixo do esperado. Figo foi o mais inconformado, ele que assumiu o lugar de Deco (lesionado) no apoio a Pauleta. Angola mostrou que tem bons jogadores e a história do jogo poderia ser diferente se tivesse arriscado um pouco mais.

Estádio Rhein Energie, em Colónia

Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

ANGOLA – João Ricardo; Loco, Jamba, Kali e Delgado; André e Figueiredo (Miloy, 79 m); Zé Kalanga (Edson, 69 m), Mateus e Mendonça; Akwá (Mantorras, 58 m).

PORTUGAL – Ricardo; Miguel, Fernando Meira, Ricardo Carvalho e Nuno Valente; Petit (Maniche, 71 m) e Tiago (Hugo Viana, 81 m); Cristiano Ronaldo (Costinha, 59 m), Figo e Simão; Pauleta.

Golo: Pauleta (4 m)

Resultado final: 0-1

Cartão amarelo a Cristiano Ronaldo, Jamba, Loco, André e Nuno Valente.

11-06-2006 22:15